bemvindo@startify.com.br (27) 3019-7996
As barreiras para a inovação ágil nas grandes organizações
05/10/2016
0

Este artigo eu vou começar pela conclusão: os sistemas de trabalho nas grandes organizações favorecem os covardes. E isso reforça o que digo todos os dias: sistemas ruins ganham de pessoas boas. A revolução da Startify é exatamente contra esses sistemas.

Uma pesquisa recente sobre a adoção de uma abordagem ágil para inovação – o método lean startup – revelou que os líderes de grandes empresas querem os benefícios, mas morrem de medo de fazer o que precisa ser feito. Os principais motivos para a resistência são a exposição de produtos inacabados, a dificuldade para se criar esses produtos incompletos, e a falta de recursos. Em outras palavras: o feedback dos meus clientes assusta, experimentar alternativas criativas é perigoso e os recursos necessários para tal são melhor empregados em outra frente. O medo pára tudo.
grafico-hbr-lean-startup-desafios-grandes-empresas
Agora, medo de que? Primeiro é preciso esclarecer que quem tem medo são pessoas. Não existe um CNPJ no mundo que tenha medo. Logo, se alguma organização tem esse desafio, ela precisa olhar para como trata as pessoas, em especial os critérios que as levam para suas posições de liderança. Quando os líderes são promovidos por “não fazer nada errado”, isso leva todos a entenderem que não se pode errar. Se não se pode errar, ninguém vai se meter com algo novo, desconhecido – afinal, aprendemos na escola que errar faz parte do conhecer, lembra?

Ora, experimentar é uma prática fundamental do lean startup para promover o aprendizado diretamente com o cliente. Quanto mais interações, maior o aprendizado. Quanto mais rápidas as adaptações a esses aprendizados, mais rápido descobre-se o caminho para acertar. E isso significa, muitas vezes, oferecer algo não-ótimo para os clientes, arriscar e trabalhar baseado em hipóteses, o que leva também ao erro – frequentes, porém não repetidos. Superar cada desafio oferecido pelos feedbacks é o que leva a soluções diferentes e inovadoras. Mas nada disso acontece sem a experimentação. É ela que oferece as evidências desejadas pelos líderes, dá velocidade ao desenvolvimento e melhora o feedback dos clientes e stakeholders, principais benefícios esperados por eles com esse tipo de abordagem.

grafico-hbr-lean-startup-beneficios-grandes-empresas

Ou seja, se existem barreiras para adoção do método lean startup, essas barreiras foram colocadas pela própria liderança. Foram os líderes que estabeleceram os critérios de promoção, e são eles quem tem nas mãos o poder para mudar essa realidade. Tudo começa com um exemplo. E esse exemplo pode ser o maior ato de coragem e rebeldia contra um sistema ruim: comece um experimento ou dê autonomia para uma equipe errar em busca do aprendizado. Quebre as barreiras e junte-se a essa revolução.

:D

________
FONTE: Harvard Business Review, The Barriers Big Companies Face When They Try to Act Like Lean Startups – Scott Kirsner, August 16, 2016 (em inglês).

Comentários